View photo
  • 4 hours ago
  • 2

Meu amigo hoje:

  • Amigo:Lauro, você sempre foi popular no colégio, no MSN, no Orkut, no Facebook, no Twitter, no Instagram, no Ask.fm, né?
  • Eu:Pode se dizer que sim...
  • Amigo:Cara, no Tumblr, você fez o maior MeetUp do mundo, quando os donos do Tumblr viram, te elogiaram, falaram com você, vieram para o Brasil e fizeram questão de fazer mais um MeetUp, junto com você, chamaram você para jantar junto com eles, fizeram um MeetUp ainda maior, para entrar no Records Guinness por quebrar seu proprio recorde... Não é verdade?
  • Eu:Sim... ._.'
  • Amigo:Então por que diabos eu sou mais famoso que você no Tumblr? Tipo, muitoooooo mais... sendo que nem sou de postar coisas de minha autoria, só copio os outros...
  • Eu:Acho que por que eu sou verdadeiro no Tumblr, mostro o Lauro Roger despido, nu, cru... Chato, entediante... Não o popular que é fútil nas outras redes sociais... Talvez a galera goste de futilidade... Ou apenas não gostem de ler meus livros que posto de vez em quando...
  • Amigo:Pois é cara, vi pouquissimos posts seu que estouraram...
  • Eu:Acho que eu deveria fazer como muitos.. Postar: "Caguei" e assinar: "Clarisse Lispector", teria inúmeras "notes". :p
View chat
  • 10 hours ago
View photo
  • 10 hours ago
  • 7

Hoje…

Todos que sentem minha falta em Curitiba, vieram falar comigo hoje, todos que realmente me querem bem vieram me pedir para não seguir com o que foi já decidido…
Confesso que deu uma balançada, e pensei na possibilidade remota em voltar a Curitiba, mas…
Acho que o “mas” já diz tudo…
Expliquei a todos o que tenho preparado sobre meu futuro, e os meus anseios e vontades de meu futuro…
Todos entenderam, mas ninguém quer que eu vá para longe… Todos querem que eu volte…
Mas infelizmente não há mais espaço pra mim em Curitiba. Eu amo a cidade, amo meus amigos e familiares que lá estão… Mas minha vida lá, acabou…
E os dias me provam o quanto já “Não Existe Amor Em CWB” (E que Criolo me desculpe, pegar emprestada e modificar geograficamente essa citação. EAIUEhAIUeHAEi)
Acho que posso encontrar a felicidade em breve, acho que sou ainda a pessoa errada, na hora errada, e que eu deveria tomar outras decisões completamente diferentes, de dois anos para cá… Eu acho que sempre superestimei demais o amor dos outros…
Difícil encontrar alguém igual eu… Sei que ainda vou, mas na verdade, quero ser encontrado…
Chega de correr atrás de tudo e todos, chega de fazer o impossível em prol de algo a beira do abismo, chega de procurar quem não quer ser encontrado.
Hoje eu quero ser encontrado, hoje eu quero ficar tranquilo, sabendo que ninguém me ama, e que eu não amo ninguém, e do nada acontecer…

NÃO! Isso não é uma chamada pra você me adicionar no Facebook e já pedir meu WhatsApp, como a maioria faz, eu não sou igual a maioria, sou diferente, e me orgulho disso! Tenho valores! Dos quais aprecio muito, e gosto de pessoas com tais valores! Digo então, venha, me conquiste…
Me mostre quem você realmente é, o que você realmente deseja…
Mude minha ideia, minhas percepções, me prove o quanto bom pode ser caminhar ao seu lado…

Querendo eu não isso foi sempre o que eu mais quis em minha vida…
E de uma forma ou de outra, eu esperava isso de todos que me ligaram, e dos que não ligaram, dos que me dizem “eu te amo”, dos que significam “eu te amo” e dos que nem sabem direito o que é isso…
Mas…

Aff… Esse “mas’… HAIEuAHeiUAEH

Porém eu estou feliz…
Não estou nenhum pouco triste. Matei o meu passado, reconstrui meu futuro, me dei asas novamente, pois aprendi que não devo esperar a devolução de quem as me tirou, e que não me importo mais com quem errou, desde que o erro tenha servido de lição, para ambos…
Ainda não sei se devo ter aprendido com o que passou e não confiar nas pessoas, ou se devo ignorar o passado e confiar sim, pois devo confiar até que me provem o contrario…
E isso me lembrou de uma conversa longa e muito linda que tive depois de uma briga com um ex amor que eu tive…
Ele me disse que éramos o completo oposto, quando ele não confiava de jeito nenhum até que provassem o contrario, eu caminhava na contra mão dele. Mas que ele me amava tanto por eu ser especial, diferente, único… Tanto que a musica que ele lembrava de mim, e foi uma dos temas de nosso relacionamento, foi The Original da minha banda favorita Incubus.

É estranho eu me moldar, me adaptar, me corrigir, mudar tanto… Mas minha essência permanecer a mesma…

Hoje estava pensando, como as pessoas mudam e se tornam gananciosas e preferem não ajudar os outros por que as pessoas se aproveitam de tudo… E eu fiquei lembrando o quanto eu sempre fui cordial, prestativo… Tanto que um amigo meu vinha aqui em casa sempre e um dia, depois de ver eu fazendo favores a tantas pessoas, sem cobrar nada, me elogiou, e pra mim aquilo nem era digno de um elogio, era simplesmente e sutilmente eu… Nunca fiz de mal gosto, nunca fiz esperando algo em troca… Simplesmente por saber que eu poderia ajudar…
Mas aí vem alguém e planta uma sementinha maldosa que diz que: “somos burros em fazer pelos outros e eles se aproveitam da gente” e eu comecei a esfriar… Mas tudo o que eu fui um dia, reflete no que sou hoje, pois não há um lugar que eu tenha passado, que não aja pessoas que gostem de mim, ha aqueles que não gostam? Sim, claro, há! Mas eu sempre fui verdadeiro com as pessoas, algumas não gostam disso, o que posso fazer?
Hoje eu fui a uma agencia do banco e comprimento tanta gente que me conhecem bem e que gostam de mim, desde pessoas na fila, a um amigo que hoje é segurança, a caixa que é muito gentil e me adora, veio falar comigo varias vezes enquanto estava lá, e o gerente, que é pai de uma das minhas amigas e super querido! Então eu fiquei pensativo… Com o que eu deixei de legado, do que eu construí, do que eu formei e logo eu, que estava tão enojado de mim, tão destruído e pra baixo (aliás, minha melhor amiga estava preocupada e não queria me deixar sozinho, disse até que iria me arrastar, nem que fosse para ela se ferrar, mas ela não iria deixar eu cair, como ela caiu depois de passar o que eu passei…), então eu analisei tantas coisas… Sobre um eu que sempre esteve aqui, mas que por um tempo ficou congelado dentro de mim… Mas eu sou não passei minha vida inteira sendo elogiado de ser “inteligente demais” para não ser, agora, o suficiente para analisar tudo com clareza e destreza.
Fiquei um bom tempo vendo todas essas maquinas e tratores trabalharam na frente de minha casa e pensando sobre os 3 Lauro Rogers que existiam, e o que eles tinham me formado…
O Lauro Roger de 1986 ~ 2013, o Lauro Roger de 2013 ~ 2014 e o Lauro Roger de agora para o resto da vida.
Sem receios, sem medos, sem ressentimentos…
Um Lauro Roger centrado, equilibrado, eficaz, com maior discernimento, com inúmeras expectativas, com vontades e desejos renovados…

Com um futuro promissor e cheio de expectativas.
Eu cresci tanto… Minha única “fraqueza” é que eu não sei viver sem amar… Mas quem sabe.. No meio de tantos gritos, de tanta gente nova, vai que… Né? AHEIuAHeiuAEhIAUEhIAeuhAE
Mas enfim…
Bem vindo ao novo Lauro Roger. :)
Bem vindo ao velho e entediante diário de Lauro Roger no Tumblr.

View text
  • 10 hours ago
View photo
  • 11 hours ago
  • 4
View photo
  • 11 hours ago
  • 87265
View photo
  • 11 hours ago
  • 51107
View photo
  • 11 hours ago
  • 2

Ridiculous!

View text
  • 13 hours ago

Eu falo para as pessoas seguir em frente, mas eu não sei fazer isso.

View quote
  • 21 hours ago
  • 9
x